Patrimônio Despedaçado de São Paulo

Fevereiro 25 2009

Largo da Misericórdia, fica escondido nos cruzamentos das ruas Quintino Bocaiuva, José Bonifácio e Direita. No número 24, da José Bonifácio encontramos o edifício Triângulo, considerado, mesmo que à revelia, o primeiro prédio modernista paulistano. Projetado por Oscar Niemeyer,  num periodo em que manteve um escritório em São Paulo, dirigido pelo arquiteto Carlos Lemos, nessa empreitada foram construídos, prédios como o Califórnia, o Triângulo, o Copan. Projetos residenciais e comerciais, financiados pelo Banco Nacional Imobiliário (BNI). São obras que o arquiteto se nega a incluir em sua autobiografia, principalmente porque são fruto de um embate desproporcional entre a criação da arquitetura e as normas edilícias. Mas o Triângulo tem outro patrimônio tombado em condição de descaso idêntico ao dedicado ao prédio. Um painel, em pastilhas, na portaria. A obra de Emiliano Di Cavalcanti, se estende da parede exterior ao interior do hall de entrada num mural representando várias atividades profissionais. O estado de sua parte externa  essas fotos exibem com a eloquência que nenhuma palavra teria. 


Patrimônio Despedaçado é um projeto documental e historiográfico do que resta do patrimônio mal conservado, de São Paulo. Concebido, pesquisado e fotografado por Ennio Brauns.
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
26
27
28


pesquisar
 
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO